fbpx
fale conosco! +55 19 4062 8611
O que podemos aprender com a trajetória do Facebook?

A febre do Facebook: a partir de 2007, no Brasil, quase todos começamos a utilizar esta rede social, não é?


Podemos perceber como o Facebook esteve, e ainda está, presente no dia a dia de milhares de pessoas ao redor do mundo. E mesmo com algumas polêmicas envolvidas, como o vazamento de dados, ainda possui mais de 2,9 bilhões de usuários ativos mensalmente.


Com mais de 2 bilhões de usuários ativos, o Facebook já inspirou diversas obras culturais como o filme “A Rede Social” (2010), e diversos livros como “Bilionários por Acaso: A Criação do Facebook” (2009) e “O Efeito Facebook” (2010).


Que tal conhecer um pouco mais sobre o Facebook? Neste artigo vamos te mostrar a história da rede social mais popular já existente, e também o seu futuro com a criação da Meta.


Uma breve história do Facebook


Em 2003, três estudantes universitários de Harvard tiveram uma ideia. Certamente Mark Zuckerberg, Dustin Moskovitz e Chris Hughes não sabiam, nesta época, que estavam criando a maior rede social do mundo.


Os jovens buscaram desenvolver uma rede social exclusiva para o campus. Assim, cada um dos estudantes poderia criar seus perfis para se comunicarem com outras pessoas da universidade.


Em fevereiro de 2004, Zuckerberg criou o The Facebook– até então, o primeiro nome da rede social.


O sucesso eminente


Desde o seu lançamento, o Facebook teve um bom desempenho. E, para a surpresa dos criadores, o site virou assunto em outros cursos da universidade. As pessoas ficaram animadas para receberem seus convites para utilizarem a rede.


Com a evolução do site, que foi ganhando novas funcionalidades, e a curiosidade de outras pessoas fora de Harvard, Zuckerberg e seus sócios iniciaram a expansão para outras universidades.  Nesta época também passaram a receber investimentos e mentores já famosos na indústria de software.


O sucesso era eminente, se tornou uma febre entre universitários de todo o país rapidamente, e logo depois entre pessoas do mundo inteiro. Enfim, o Facebook foi aberto em 2006 para qualquer pessoa do mundo se cadastrar.


Hoje, já podemos dizer que é a maior rede social do mundo.

 

A tão comentada segurança de dados


As primeiras leis que prezavam pela segurança e privacidade de dados pessoais foram criadas em 2016, tanto na União Europeia quanto pelos Estados Unidos. No Brasil, a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais, também conhecida como LGPD, entrou em vigor no mês de setembro de 2020, depois de uma série de discussões ao seu redor.


Uma das polêmicas envolvendo o Facebook já foi a segurança de dados. Em 2021, hackers expuseram mais de 533 milhões de dados pessoais de usuários da rede social. As vítimas foram de diversos países do mundo, incluindo o Brasil. Este não foi o primeiro vazamento de informações envolvendo a empresa. Isso já foi visto anteriormente em 2019.


É evidente que empresas como o Facebook, que possuem milhares de dados pessoais de pessoas ao redor do mundo, precisam se preocupar com este tema para manter usuários e clientes.


O futuro do Facebook


Hoje, não é só o Facebook que vem crescendo. Assim como a evolução humana, é natural que os usuários procurem por novas redes sociais. Entre as redes sociais que mais populares atualmente estão o Instagram e o TikTok.


Pensando em negócios, Mark Zuckerberg foi extremamente inteligente ao investir em novas tecnologias, como é o caso do Instagram e do WhatsApp, que pertencem ao aglomerado do Facebook: a Meta.


Mesmo que ações do Facebook sejam as preferidas dos brasileiros, com mais de 1,1 milhão de reais investidos até julho de 2021, o número de usuários ativos na rede social apresentou queda.


Pela primeira vez na história houve uma redução no número de usuários ativos diários. O Facebook fechou último trimestre de 2021 com a média de 1,929 milhão de usuários por dia.


Conheça o Metaverso


Você já ouviu falar da Meta, certo?


Em outubro de 2021, Mark Zuckerberg– presidente-executivo do Facebook– anunciou a criação da Meta Platforms. O nome faz referência ao “Metaverso”, um ambiente digital de interação com recursos de realidade virtual e aumentada. Será este o futuro da internet atual? Vamos esperar para ver!


Conte para nós o que você mais gosta da trajetória do Facebook nos comentários, e aproveite para seguir a página da Online Applications.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *