fbpx
fale conosco! +55 19 4062 8611
Como criar um negócio escalável? Confira exemplos de escalabilidade!

O sonho de muitos empreendedores é construir um negócio escalável, uma empresa que cresça sem precisar de grandes investimentos.


Conseguir expandir para outros países, por exemplo, também é um dos desejos de vários empreendedores ao redor do mundo.


A escalabilidade é uma característica muito presente em startups. Até porque, este modelo de negócio visa, desde seu princípio, em crescer sem necessariamente aumentar muitos custos.


Provavelmente, nos últimos anos, você deve ter passado a ouvir mais sobre startups. Isso porque, segundo a Associação Brasileira de Startups, também conhecida como Abstartups, de 2015 até 2019, o número de startups no país aumentou de 4.151 para 12.727 (um salto de 207%).


Neste artigo, vamos falar um pouco mais sobre startups, negócios escaláveis e dicas de como criar um. Continue lendo para aprender.


O que é escalabilidade?


Como você deve ter percebido pela explicação anterior, negócios escaláveis são aqueles que apresentam crescimento acelerado, sem precisar elevar muito os custos da empresa. Ou seja, podemos classificá-la como uma empresa que consegue alcançar resultados exponenciais com pouco investimento.


Os negócios escaláveis possuem algumas características que permitem a escalabilidade. O principal deles, sem dúvida, é a tecnologia inovadora presente em seus ecossistemas.


Pense em empresas como o Ifood e Uber: isso é um negócio escalável.

Um outro exemplo interessante de se pensar, e que está mais perto de nós, são os marketplaces. Afinal, todos sabemos que para abrir uma loja física, muitos custos têm o empreendedor.


Agora, ao abrir uma conta em um marketplace, não é necessário tanto investimento assim.


Para quem não sabe, marketplaces são como shoppings virtuais, espaços onde compradores podem encontrar produtos e vendedores podem oferecer seus produtos.


Ou seja, isso tudo em um site confiável. Assim, são uma alternativa para vendedores que buscam oferecer seus produtos online em sites confiáveis e possuírem uma nova renda.


Leia também: O que aprendemos com as marcas mais valiosas do mundo?


Quais são as características de um negócio escalável?


Além da tecnologia, como dita anteriormente, os negócios escaláveis também possuem outras características. Vamos citá-las aqui, veja a lista:


  • Possuem uma oferta valiosa: são empresas que buscam agregar valor aos seus clientes, com produtos e serviços que de fato resolvem dores do consumidor. São negócios que oferecem algo inédito e valioso.
  • São viáveis: para que dê certo, a empresa precisa avaliar bem o nicho de mercado para saber se há demanda para aquele produto ou serviço.
  • São replicáveis: é uma característica marcante nas startups, são negócios repetíveis. Ou seja, podem ser repetidos em larga escala.


Como criar um negócio escalável?


A primeira dica para quem busca criar um negócio escalável é escolher um nicho de mercado. Um nicho para focar em um público-alvo específico.


Além disso, é importante pesquisar mais sobre o mercado que o empreendedor pretende começar o negócio. Conhecer mais sobre o ambiente que quer investir é essencial para não perder dinheiro no futuro.


Após validar o nicho de mercado, defina o modelo de negócio. Se será um marketplace, por exemplo. Organize suas ideias em um Canvas, para facilitar o processo.


Já ouviu falar em MVP? O Mínimo Produto Viável ajuda no processo de teste de desempenho do seu produto ou serviço. Para entender como funciona, temos um artigo sobre o tema: Você sabe o que é MVP? Aprenda como aplicá-lo na sua startup!

 

Em conclusão, um negócio escalável são empresas que apresentam crescimento acelerado, sem precisar elevar muito os custos. Espero que tenha entendido! Para mais artigos sobre startups e empreendedorismo, acesse o blog da Online Applications.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *