fbpx
fale conosco! +55 19 4062 8611
Como aplicar o growth hacking na sua empresa?

Uma forma de organizar melhor os processos de uma empresa é utilizar o growth hacking. Em resumo, o termo ajuda a desenvolver estratégias para o crescimento da organização.


Mesmo com a pandemia, o número de empresas abertas no país em 2021 bateu recorde ao atingir a marca de 4.026.776, um aumento de 19,7% em comparação à 2020. Os dados são do Ministério da Economia no Mapa de Empresas.


Mesmo com o crescimento, 2021 também apresentou o fechamento de mais de 1,4 milhões de empresas. De qualquer forma, o Brasil se manteve com saldo positivo de 2,6 milhões de negócios abertos.


Ou seja, o ano se encerrou com um total de 18.915.002 empresas ativas.


O growth hacking é um método que tem como objetivo melhorar o desempenho das empresas e ajudá-las a se manter no mercado. Neste artigo vamos te explicar melhor o que significa o termo! Continue lendo.


Para começar, o que é growth hacking?


Bom, o growth hacking não é exatamente uma metodologia. Pode ser pensado como uma técnica ou forma de criar estratégias pensando no crescimento acelerado de uma empresa. Isso é feito a partir da identificação dos seus pontos críticos e focar os esforços da equipe no principal problema de um negócio. A partir disso, a próxima etapa é pensar em melhorias.


Assim, para as estratégias funcionarem, é preciso fazer testes. As equipes da empresa ficam responsáveis em desenvolver hipóteses e testes para descobrir oportunidades de fazer o negócio crescer exponencialmente.


O growth hacking foi criado por Sean Ellis em 2010, que utilizou a essa estratégia para ajudar startups a crescerem e se tornarem gigantes no mercado. Um exemplo disso é o Dropbox, empresa em que Sean era líder de Growth.


Sean analisou diversas empresas que tiveram um crescimento acelerado e encontrou alguns pontos em comum entre elas.


  • Todas tinham processos de growth hacking estruturados.
  • Todas fugiam do marketing tradicional, buscavam formas diferentes de divulgar a empresa/marca;
  • Todas possuíam times voltados para o growth com colaboradores de áreas diferentes;
  • Todas faziam otimizações com base em dados, em informações confirmadas.


Por que apostar no growth hacking?


Primeiramente, é preciso lembrar que o growth hacking consegue apresentar estratégias mais seguras para as empresas. Isso acontece porque elas são experimentadas e testadas antes de serem aplicadas, comprovando sua eficácia.


Ou seja, o grande objetivo é tornar empresas com negócios escaláveis e que se sustentem. Com o growth hacking são criadas estratégias que garantem retorno para a organização. Por isso esta técnica é muito usada no mundo das startups, principalmente para crescer rapidamente e com poucos recursos no início.


Quais são as fases do growth hacking?


Antes de começar a aplicar o  fazer o growth hacking é preciso mapear quais são os objetivos da empresa. Por isso, defina onde a empresa quer chegar e qual é o seu objetivo ao adotar a estratégia. Definir a prioridade é muito importante.


Depois disso, começa de fato a técnica. Veja quais são os passos abaixo:


  • Geração de ideias: com a equipe reunida, levante várias possibilidades e oportunidades de me melhoria na empresa.
  • Modelagem: defina quais são as hipóteses que serão levadas adiante; prepare o que será feito, quais são os resultados esperados, métricas de análise e pessoas responsáveis por cada um.
  • Muitos testes: é preciso testar todas as hipóteses levantadas para comprovar sua eficácia.
  • Análise de resultados: verifique os dados obtidos e valide com os resultados esperados; anote também o que aprendeu com o experimento.
  • Defina próximos passos: se o experimento funcionou, busque formas de o aplicar de forma escalda.


Por fim, podemos resumir o growth hacking como uma técnica com o objetivo de criar estratégias pensando no crescimento acelerado de uma empresa. O que você achou do artigo? Temos muitos outros no blog da Online Applications.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *