fbpx
fale conosco! +55 19 4062 8611
Gerações X, Y e Z no mercado: Você conhece as principais diferenças?

Cada geração tem características específicas, que se chocam em todas as instituições. Já é de se imaginar que no mercado de trabalho não seja diferente. As gerações X, Y e agora também a Z, se fazem presentes no mundo dos negócios de formas diferentes.


A questão é: o que esperar de cada uma no meio dos negócios?


Cada vez mais diversificado, o mercado de trabalho atual possui nativos de várias gerações e pode ser difícil conseguir integrá-las. Isso acontece porque cada uma tem seu perfil bem traçado e valores característicos.


Continue lendo o artigo para conhecer o perfil de cada uma das gerações no mercado:


Baby boomers


Por mais que o número de baby boomers só  esteja diminuindo, não podemos não citá-los aqui. A geração das décadas de 1946 e 1964 tem cargos de alto nível no mercado.


Os nativos são provinientes de uma época pós-guerras nasceram em uma época mais conservadora. Os baby boomers são preocupados com o dever, com a fidelização no trabalho.


É comum encontrar alguns que tenham trabalhado por décadas na mesma empresa, crescendo aos poucos no mundo dos negócios. Os nativos dessa época tendem a ser leais e comprometidos com a empresa que trabalham.


Geração X


A geração X (nascidos do início de 1960 até o final dos anos 70) ganhou este nome pelo acaso, sendo utilizado o X pois ainda não tinham decidido qual seria o nome da geração dos filhos dos baby boomers. Porém o nome se popularizou e decidiram mantê-lo.


Os nativos da geração X se apoiaram um pouco na vida de negócios dos pais. Mas mesmo assim, se diferem por temer a perda de emprego e por não serem tão otimistas.

Esta geração cresceu com a inteligência racional, caracterizada pela inteligência lógica. Portanto, os nativos acabaram se tornando especialistas em apenas um assunto.


Herdaram dos pais a lealdade ao trabalho e são apegados aos títulos. Vestem a camisa da empresa, trabalham para ter segurança financeira e esperam ser reconhecidos para subirem degraus.


Os X ainda são resistentes a tecnologia, mas menos do que os baby boomers.


Geração Y


Nascidos entre 1980 e 1990, a geração Y foi desenvolvida pela inteligência emocional. Por isso tem inteligências mais equilibradas e facilidade em várias áreas do conhecimento. São conhecidos também como a Geração da Internet.


Os nativos desta época tendem a ter sido criados com mais fartura do que as anteriores. Pensando no mercado, eles estão sempre em busca de melhores oportunidades, são mais ambiciosos.


Por isso acabam trocando de emprego com mais facilidade.


A descartabilidade é uma das características da época, assim como o desapego. A geração Y não tem medo de desistir de algo para correr atrás de um sonho. Buscam uma evolução imediata quando começam a trabalhar.


Foram criados fazendo diversas tarefas ao mesmo tempo, portanto conseguem realizar diversas demandas simultaneamente.


Geração Z


Ainda é muito cedo para estudos aprofundados sobre a geração Z. Os nascidos entre o final de 1990 e o início de 2010 acabaram de começar no mercado de trabalho e não sabemos ao certo como definí-los.


Muitos pontos negativos foram criados acerca desde grupo: não conseguem manter o foco, são viciados em tecnologia e sem paciência. Mas eles são muito mais do que isso.


A geração Z está repleta de jovens idealizadores, inovadores e criativos. Os nativos digitais estão um passo a frente quando o assunto é tecnologia. Mas aparentemente tem o dever de salvar o mundo e consertar os erros das gerações passadas.


Alguns desses jovens querem inovar, criando novas startups, e outros pretendem ter uma estabilidade financeira. Precisaremos esperar mais alguns anos para ver onde vão chegar e saber exatamente como definí-los.


Problemas entre gerações


Esta diferença geracional pode afetar tanto a vida pessoal quanto a profissional, já que temos histórias e fomos educados de formas diferentes. Pode ser um desafio conseguir integrar todas elas no mundo coorporativo.


É preciso muita inteligência na área de gestão de pessoas para saber aproveitar o melhor que cada geração tem a oferecer. O mercado de trabalho tem espaço para todas elas, o que prevalece é o talento de cada um.

 

Podemos concluir que cada geração é única e tem suas próprias características. Agora só podemos esperar para conhecer mais sobre os nativos da geração Z.


Queremos saber de você! Qual geração você pertence? Quais são as suas principais características suas no mundo dos negócios?


Acompanhe o nosso blog para mais artigos como este das gerações no mercado! 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *