fbpx
fale conosco! +55 19 4062 8611
5 benefícios de abrir um CNPJ para vender em marketplace

A internet se tornou uma das principais aliadas dos comerciantes, possibilitando o as vendas online para um público muito mais amplo. O marketplace é uma das modalidades do e-commerce que mais vem expandido. Mas, para começar a vender pela internet, é preciso ter um CNPJ?


Vender online se tornou uma alternativa para os comerciantes durante a pandemia do novo coronavírus, mas o setor já estava em crescimento anteriormente. Segundo dados da Abcomm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico), o crescimento do e-commerce no Brasil em 2020 foi de 68%, em comparação ao ano anterior. A notícia publicada pelo portal Terra, também mostrou que os marketplaces apresentaram um aumento no faturamento do setor, sendo responsáveis por 51% das vendas online no mesmo período.


Neste artigo, vamos detalhar um pouco mais sobre a modalidade marketplace, e te ajudar a descobrir se é necessário um CNPJ para vender online! Leia:


Por que apostar nos marketplaces?


Se você chegou a este artigo, provavelmente já entende um pouco sobre marketplaces, mas ainda não sabe ao certo se é uma boa ideia apostar na modalidade. Correto?


Como mostrado anteriormente, os dados indicam que os marketplaces estão crescendo cada vez mais na internet. A cada dia, mais lojistas decidem amplificar suas vendas por meio deles. Em resumo, os marketplaces são espaços onde vendedores podem oferecer seus produtos, e compradores os encontrarem.


Pense na modalidade como shoppings virtuais. Por exemplo, você deve ter notado que sites como Magazine Luiza, Mercado Livre, Shopee, Amazon, já ofertam produtos que não são necessariamente vendidos por eles. Ou seja, são vendedores cadastrados, que pagam uma taxa para o site a cada venda que é feita por ele. Por serem lojas com nomes conhecidos, os compradores tendem a confiar mais nos produtos oferecidos, do que comprar em um site que não conhecem.


Em conclusão, vender em marketplaces pode ser extremamente vantajoso para os lojistas que querem começar a atuar na internet. E também procuram a comodidade de não precisar criar um site próprio para vendas do zero.


Quer mais benefícios para se convencer de apostar nos marketplace? Publicamos, um tempo atrás, um artigo completo sobre o assunto, com tudo o que você precisa saber! Leia aqui.


Preciso de um CNPJ para vender em marketplaces?


Respondendo a pergunta, não. Não é necessário possuir CNPJ para começar a vender em marketplaces. Porém, não é recomendado vender com CPF.


Os marketplaces não exigem do vendedor, em primeiro momento, que façam o cadastro com um CNPJ, é sim possível começar as suas vendas como Pessoa Física. Porém, alguns dos marketplaces exigem, depois de certo faturamento, abrir um MEI.


Benefícios do uso do CNPJ em marketplaces


É muito mais vantajoso para o lojista que possua um CNPJ. Primeiramente, para a emissão de notas, já que não há como emitir com um CPF. Vamos listar, a seguir, os principais benefícios de se vender online utilizando CNPJ:


  1. Não correr riscos fiscais que podem acarretar multas altas;
  2. Não é cobrado nenhum valor para abrir uma MEI;
  3. Possibilidade de emissão de notas (dependendo do estado);
  4. As taxas de tributo são baixas;
  5. Maior credibilidade no momento da venda online.


Que tal abrir um MEI e conseguir um CNPJ?


Para quem está começando um novo empreendimento, e deseja os benefícios de possuir um CNPJ, a opção mais viável é abrir um MEI.


O Microempreendedor Individual (MEI) é um modelo empresarial simplificado, regulamentado pela Lei Complementar nº 128/2008. Em resumo, é aquele profissional que trabalha por conta própria, um pequeno empreendedor, assim como o nome dá a entender.


Porém, o MEI possui algumas obrigações. Ou seja, para se tornar um Microempreendedor Individual é necessário um rendimento fixo anual, um faturamento que pode chegar até R$ 81 mil por ano, o que dá, em média, R$ 6.750 mil por mês. O empreendedor MEI também tem a opção de contratar 1 colaborador. Veja mais vantagens de abrir um MEI lendo o artigo que publicamos no blog!

 


Por fim, explicamos neste artigo quais são as principais vantagens de vender em marketplaces utilizando CNPJ. Ao lojista que está considerando a oportunidade de migrar as vendas para o online, é um bom momento para apostar no e-commerce. Para mais textos como este, acesse o blog da Online Applications!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *